Em nota pública, ANSEMP e SINDSEMPPE presta apoio a servidora que sofre perseguição no MPRN

A Associação Nacional dos Servidores do Ministério Público (ANSEMP) juntamente com o Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco (SINDSEMPPE) diante da gravidade dos fatos dos quais tomou conhecimento vem, através desta, reiterar seu apoio à servidora Sayonara Freire de Andrade, ao tempo em que reproduz carta explicativa de sua autoria, na qual é apresentado um resumo dos fatos vividos pela trabalhadora, a fim de expor situações que diversos trabalhadores passam cotidianamente.

A referida servidora responde e respondeu a processos nas esferas civil, criminal e administrativa, em razão de estar sofrendo profunda perseguição dentro da instituição onde trabalha. O Sindsemp/PE preza pela verdade, imparcialidade e justiça, prestando total solidariedade e esperando que cessem as perseguições, por tratar-se de um forte atentado à dignidade da pessoa humana.

 É preciso rever ambientes e relações de trabalho que está sendo construida no Ministério Público. Situações nas quais se cobra condenação de uma parte para “servir de medida pedagógica nas relações entre membros e servidores do Ministério Público”, demonstram que tais relações devem ser repensadas. Casos como esse acontecem em todos os Estados da federação, mas dificilmente são debatidos com sinceridade e humildade. Neste sentido, as duas entidades realizarão, em breve, um debate entre diversas categorias acerca do tema, buscando construir empatia e quebrar paradigmas.

 Sempre no sentido de buscar a verdade fiel dos fatos e a imparcial aplicação da justiça, o Sindsemp/PE irá acompanhar com atenção o desenrolar dos acontecimentos.

 

Recife, 06 de abril de 2017.

 

Francisco Colares

Presidente da ANSEMP

 

Fernando Ribamar

Presidente do Sindsemp/PE