A Associação Nacional de Servidores dos Ministérios Públicos Estaduais (Ansemp) apresentará denúncia contra o ministro Paulo Guedes na comissão de ética da Presidência da República. A decisão foi tomada devido às declarações e atos do ministro e de sua equipe direcionadas aos servidores públicos.

Esta foi uma das medidas discutidas pela entidade durante assembleia geral realizada na última sexta-feira (29), por videoconferência. Na oportunidade, o presidente da Ansemp, Aldo Clemente, anunciou seu afastamento do cargo, obedecendo a legislação eleitoral que determina a desincompatibilização das funções em instituições para quem deseja se candidatar a cargo eletivo nas próximas eleições. Aldo é pré-candidato a vereador em Natal. Em seu lugar, assume de forma interina o comando da Associação, o vice-presidente, Flávio Sueth Nunes, que também é presidente da Associação dos Servidores do MPRJ.

No encontro, os participantes debateram as próximas ações a serem tomadas com relação à advocacia por parte dos servidores dos Ministérios Públicos, dado o julgamento improcedente da ADI que tratava da questão. Além disso, foi decidido pela realização de uma “Live” com o tema “Politização do MP”, com data a ser anunciada em breve, além de uma melhor divulgação das já realizadas.

Outra proposta aprovada foi a realização de um convênio nacional com a Gympass, voltado para contribuir com a qualidade de vida dos seus afiliados. A ideia é que com uma única mensalidade, o beneficiário tenha acesso a vários serviços de diferentes empresas e em todo o território nacional. Importante ressaltar que a parceria não tem custos para a Ansemp e cada estado pode aderir individualmente ao projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here