O Esgotamento Mental representa um fator de Risco Psicossocial no Trabalho para 56,6% dos servidores e servidoras do Ministério Público que participaram da pesquisa Atenção à Saúde Mental de Membros e Servidores do Ministério Público: Fatores Psicossociais no Trabalho no contexto da Pandemia de Covid-19”, realizada pelo CNMP.

O esgotamento mental se caracteriza por sentimentos de injustiça, desânimo, insatisfação e/ou desgaste com seu trabalho. De acordo com o estudo do Conselho Nacional “o esgotamento está relacionado ao próprio conteúdo do trabalho do Ministério Público e, por diversas vezes, fez-se referência à escassez de políticas públicas que pudessem minimizar o excesso de trabalho”.

A falta de reconhecimento é outro fator que aparece relacionado ao esgotamento mental e à ansiedade. A falta de reconhecimento e a quantidade elevada de tarefas foram diretamente associadas ao esgotamento, apontou a pesquisa.

Mais do que identificar esses fatores de risco, é preciso atuar para combater culturas institucionais que promovam o adoecimento.

A FENAMP e a ANSEMP estão nessa luta!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here